• |Provérbios 11:1| O SENHOR repudia balanças desonestas, mas os pesos exatos lhe dão prazer.

  • |Provérbios 11:2| Quando vem o orgulho, chega a desgraça, mas a sabedoria está com os humildes.

  • |Provérbios 11:3| A integridade dos justos os guia, mas a falsidade dos infiéis os destrói.

  • |Provérbios 11:4| De nada vale a riqueza no dia da ira divina, mas a retidão livra da morte.

  • |Provérbios 11:5| A retidão dos irrepreensíveis lhes abre um caminho reto, mas os ímpios são abatidos por sua própria impiedade.

  • |Provérbios 11:6| A justiça dos justos os livra, mas o desejo dos infiéis os aprisiona.

  • |Provérbios 11:7| Quando morre o ímpio, sua esperança perece; tudo o que ele esperava do seu poder dá em nada.

  • |Provérbios 11:8| O justo é salvo das tribulações, e estas são transferidas para o ímpio.

  • |Provérbios 11:9| Com a boca o ímpio pretende destruir o próximo, mas pelo seu conhecimento o justo se livra.

  • |Provérbios 11:10| Quando os justos prosperam, a cidade exulta; quando os ímpios perecem, há cantos de alegria.