• |1 Crônicas 20:1| Na primavera seguinte, na época em que os reis saem à guerra, Joabe conduziu o seu exército até a terra dos amonitas e a arrasou. Enquanto Davi ainda estava em Jerusalém, Joabe cercou Rabá, a capital, atacou-a e deixou-a em ruínas.

  • |1 Crônicas 20:2| Davi tirou a coroa da cabeça de Moloque 85, uma coroa de ouro de trinta e cinco quilos 86, ornamentada com pedras preciosas. E ela foi colocada na cabeça de Davi. Ele trouxe uma grande quantidade de bens da cidade

  • |1 Crônicas 20:3| e trouxe também os seus habitantes, designando-lhes trabalhos com serras, picaretas de ferro e machados. Davi fez assim com todas as cidades amonitas. Depois voltou com todo seu exército para Jerusalém.

  • |1 Crônicas 20:4| Houve depois disso uma guerra contra os filisteus, em Gezer. Naquela época, Sibecai, de Husate, matou Sipai, um dos descendentes dos refains, e os filisteus foram subjugados.

  • |1 Crônicas 20:5| Noutra batalha contra os filisteus, Elanã, filho de Jair, matou Lami, irmão de Golias, de Gate, que possuía uma lança cuja haste parecia uma lançadeira de tecelão.

  • |1 Crônicas 20:6| Noutra batalha, em Gate, havia um homem de grande estatura e que tinha seis dedos em cada mão e seis dedos em cada pé; vinte e quatro dedos ao todo. Ele também era descendente de Rafa

  • |1 Crônicas 20:7| e desafiou Israel, mas Jônatas, filho de Simeia, irmão de Davi, o matou.

  • |1 Crônicas 20:8| Esses eram descendentes de Rafa, em Gate, e foram mortos por Davi e seus soldados.